Disco XIII {(1970)} Let it be \\|// Deixa ser, deixe estar

salve salve, minha honrada & supimpíssima bloguesfera. no ar mais um artigo para homenagear os famigerados cavaleiros de Liverpool, com mais um disco da bandinha dos irmãos Britto.

na verdade, o derradeiro disco do quarteto fabuloso, LET IT BE. este disco deveria ter sido publicado aqui no blogue em Maio, dia 08, mas, numa mistura de ato falho e vontade premeditada, só acabou saindo hoje – sem nenhuma data especial referente ao quarteto, passando de raspão no aniversario de nascimento de John Lennon. este último disco encerra a série de artigos aqui no blogue dedicados a desmistificar o significados das letras das músicas, para os falantes de Português enquanto língua materna.

fiz essa confusão para publicar, mas tive uma grande ajuda do grupo: Let it be é o último lançamento em disco de longa duração, mas foi gravado antes do Abbey road (o 12o disco, lançado em Setembro de 1969). foi Paul McCartney quem teve a idéia de sair da inércia e, querendo voltar à vida, afastar a depressão, e quem sabe até mesmo encarar o público em shows ao vivo, propõe que a banda deveria se juntar para cunhar mais uma peça artística única na História. McCartney sentia que a banda tinha perdido sua coesão, nestes quase 4 anos sem tocarem juntos e ao vivo. seu desejo era o de juntar o mínimo essencial para fazer música, sem maquinaria pesada de estúdio – e isto é um grande reflexo da música como um todo, no final dos loucos anos 70.

o disco teve muitas e muitas horas de gravação de material bruto. ele começa com um nome diferente, Get back, e como um simples ensaio para, com canções inéditas, cair de novo na pista em apresentações ao vivo. para iniciar os trabalhos, a banda reúne-se primeiramente em um estúdio de televisão em Twickenham, entre 02 e 16 de Janeiro de 1969, porque a idéia era montar uma apresentação ao vivo – ninguém pensava em lançar um disco, ainda. o diretor Michael Lindsay-Hogg e sua equipe acompanhavam o que acontecia nos estúdios. o filme que surge tem 85 minutos de duração, e é famoso por mostrar o fim de uma banda, ao invés do nascimento de um disco: erros, conflitos e discussões, porque a banda estava desacostumada a agir em conjunto, e os meninos de Liverpool começaram a sentir a pressão com o compromisso assumido. depois de uma discussão nervosa entre George Harrison e Lennon, o guitarrista decide deixar a banda.

a decisão de Harrison dura uma semana. a banda acatou algumas de suas vontades para que ele retornasse – uma delas era deixar o estúdio de televisão em Twickenham e ir direto para os estúdios da Apple, onde poderiam plugar os instrumentos em gravadores de várias pistas e assim quem sabe…criar um novo disco! eles também deveriam deixar esse negócio de cair na estrada de lado, pelo menos por enquanto, até o momento em que conseguissem voltar a tocar em conjunto sem comprometer a performance de ninguém em cima do palco. essas sessões de dez dias na Apple foram produtivas: das 12 faixas, apenas duas foram gravadas em outros momentos. os números ficam um pouco mais interessantes, se olharmos para o material bruto que originou o disco: 55 horas de filme em 16mm, e 140 horas de som gravados, que atualmente estão rolando pelas mãos do diretor de cinema Peter Jackson. Jackson promete para breve um filme sobre essa epopéia, e talvez consiga dizer porque esse disco demorou tanto para ser editado, passando das mãos de um engenheiro de som para outro (Phil Spector é o cirugião que conseguiu encaixar as peças no quebra-cabeças, fazendo-o soar como o conhecemos). o cineasta garante que “assistir aos The Beatles trabalhando juntos, criando músicas clássicas a partir do zero, não é apenas fascinante – é engraçado, edificante e surpreendentemente íntimo”. porque nessas sessões no prédio da Apple, o grupo convive junto, e tocam centenas de canções no estúdio: os integrantes mostram suas composições próprias uns aos outros, músicas que acabarão nos discos de carreira solo; fazem covers de Bob Dylan, Consuelo Velásquez, Carl Perkins; o Abbey road mesmo, ele nasce ali, nas sessões de Let it be.

ainda pretendo alguns artigos sobre as outras vinte e uma versões em Português do Brëzyl do cancioneiro beatlemaníaco (com um total de 195 músicas), mas vamos parar de sofrer por antecipação, podemos?

e agora,

como dizemos por aqui,

 

deixe-me trazer para vocês o número muito nosso conhecido

 

 

doosssssss

 

 

irmããããos

 

 

BRIIIIIIIIIIIIIIIITTO!!!!

 

 

 

 

disco 13: Deixe ser, deixe estar
08 de Maio de 1970

13.A-01 DO15 D3 NÓ5 (transcriação de r.l.almeida @846r3, letras & música de John Lennon & Paul McCartney, direitos protegidos por Sony ATV Muzyc Inc)

[“Eu transo um pigmeu”, de Charles Hautrey e os Deaf Aids.
Fase um, na qual Doris formaliza suas juras]

Dois de nós             nenhum destino
Gastando todo           o salário de alguém
Você e eu               dirigindo domingo
Sem encontrar           nosso caminho de volta
[   De volta para casa
[   De volta para casa
[   Vamos para casa

Dois de nós             escrevendo cartas
Enviando postais        no meu quarto
Você mais eu            riscando fósforos
Levantando barras       no caminho de volta
[

r.
Você e eu, nossas lembranças
Bem mais velhas que a estrada sem fim

Dois de nós             à prova de chuvas
Devagarzinho            lá na Sol
Você mais eu            atrás de ervas
Nenhum destino          no caminho de volta
[

13.A-02 TR4N50 UM PÔN31 (transcriação de r.l.almeida @846r3, letras & música de John Lennon & Paul McCartney, direitos protegidos por Sony ATV Muzyc Inc)

Eu transo um pônei
Você pode celebrar tudo o que você quiser
Você vai celebrar o quanto você quiser

Eu sou barbeiro
Você pode penetrar aonde você estiver
Você vai penetrar aonde você estiver
Já te avisei

[   Meu tudo é você
[   Tudo vai acontecer como você querer
[   Porque…

Eu peguei um buldogue
Você vai irradiar tudo que você é
Você sabe irradiar tudo que você é

Agora

Eu enrolei um stoney
Você vai imitar todos que você quiser
Você pode imitar todos que você quiser

Empuxa o vento
Você sabe indicar o caminho que você quiser
Você pode indicar o caminho se você quiser

Agora

Eu sozinho no frio
Você vai sindicalizar o barco que remar
Você sabe sindicalizar em cada barco que remar

13.A-03 A CRU24R 0 UN1V3R50 (transcriação de r.l.almeida @846r3, letras & música de John Lennon & Paul McCartney, direitos protegidos por Sony ATV Muzyc Inc)

Palavras voam pelo salão           chuva infinita em papelão
Suave e selvagem seguem caminho    a cruzar o universo
A alegria e a culpa em ondas       vagueiam minha aberta mente
A me possuir                       e a acarinhar

[   Jai   Guru        Deva                    On
[   Nada vai    mudar      meu   mundo

Luzes piscam e dançam   para mim    igual a olhos em um milhão
Me chamam e chamam, cada um        a cruzar o universo
Serpenteia a mente  é o furioso vento          dentro de um caminhão
Pede carona e é cego,        quer seguir caminho     e vencer no universo

Sons de riso, tons da vida         enchem os meus sensíveis ouvidos
A me incitar                       e convidar
O infinito e imortal amor          são todos Sóis em um milhão
É o que me chama e chamam          a cruzar o universo

13.A-04 EU M1M M3U (transcriação de r.l.almeida @846r3, letras & música George Harrison, direitos protegidos por Harrisongs Infinite)

O dia inteiro                      Eu mim meu
Eu mim meu                         Eu mim meu
A noite inteira                    Eu mim meu
Eu mim meu                         Eu mim meu
Nenhum medo de parar               com isso
Todo mundo passa                   por isso
Cada vez mais                      o tempo inteiro
O dia inteiro                      Eu mim meu

[   Eu mim meu meu

Ouço só isso                       Eu mim meu
Eu mim meu                         Eu mim meu
Também no choro                    Eu mim meu
Eu mim meu                         Eu mim meu
Nenhum medo de mexer               com isso
Todos dizendo                      isso
Fluindo mais leve                  que o vinho
O dia inteiro                      Eu mim meu

13.A-05 54C4 3574 (transcriação de r.l.almeida @846r3, letras & música de John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr, direitos protegidos por Sony ATV Muzyc Inc)

Igual a     um    Rolling     stone
Igual ao FBI            e à CIA
Também à BBC            ao BBKing
E a Doris Day
Matt Busby
Saca esta, saca só

[Essa foi “Será que você vai sacar?”, do Georgie Wood.
E agora, ouviremos “Hark e a vinda dos querubins”]

13.A-06 D31X4 53R, D31X3 3574R (transcriação de r.l.almeida @846r3, letras & música de John Lennon & Paul McCartney, direitos protegidos por Sony ATV Muzyc Inc)

Quando me percebo                        em tempos tristes
Irmã Mary                                é quem me diz
palavras de quem sabe:                   Deixe estar!
Na hora em que bate                      a agonia
Ela é a única                            a ajudar.
É a voz da experiência:                  Deixe estar!

r.
[   Deixa ser, deixe estar
[   Deixa ser, deixe estar
[   É a voz da experiência, deixe estar!

Quando as pessoas                        deste mundo
começarem a                              se enxergar,
vai surgir uma chance,                   Deixa ser!
Mesmo os nossos                          que já se foram
a ajuda deles                            você vai ver
Vai surgir uma chance,                   Deixa ser!

r2.
[   Deixa ser, deixe estar
[   Deixa ser, deixe estar
[   Vai surgir uma chance, deixe estar!
[   Deixa ser, deixe estar
[   Deixa ser, deixe estar
[   É a voz da experiência, deixe estar!

Quando chega a tal                       da noite escura
Resta uma luz                            que me faz brilhar
Brilha noite adentro,                    Deixe estar!
Acordei com esse                         som de música
Irmã Mary                                é quem me diz
É a voz da experiência:                  Deixe estar!

13.A-07 M46613 M31 (transcriação de r.l.almeida @846r3, letras & música de John Lennon & Paul McCartney, direitos protegidos por Sony ATV Muzyc Inc)

A suja da Maggie Mae                     foi embora e abriu um berreiro
E ela nunca mais apareceu                aqui pelo Limoeiro
O juiz achou a culpada                   “Roubou porque estava esgotada”
Aquela suja assaltantezinha              da Maggie Mae
É nesta parte de Liverpool               que me trancafiaram
Dez libras por semana                    É assim que pago

13.B-01 3570U 53N71ND0 (transcriação de r.l.almeida @846r3, letras & música de John Lennon & Paul McCartney, direitos protegidos por Sony ATV Muzyc Inc)

Estou sentindo               algo dentro de mim
Ah, é!
Estou sentindo               não tenho mais como esconder
Oh, não!

Em mim acredite              é ruim perder o trem
Ah, é, só é!
Com você longe               isso não vai mais acontecer
Ah, não, Oh não, Ah não

Todo mundo já teve um ano ruim
Todo mundo já se divertiu o bastante
Todo mundo tem sonho erótico
Todo mundo já viu a Sol nascer
Ah, é! Ah, é! Ah, é sim!

Todo mundo já teve um ano bom
Todo mundo tem o cabelo pra baixo
Todo mundo sempre arranca as meias
Todo mundo tem o pé lá embaixo
Ah, é!

13.B-02 UM4 D3P015 D4 N0V3N74 3 N0V3 (transcriação de r.l.almeida @846r3, letras & música de John Lennon & Paul McCartney, direitos protegidos por Sony ATV Muzyc Inc)

Meu bem diz que só viaja naquela depois da Noventa e Nove
É pro meu bem vir junto, eu só ando nessa linha
Disse “se mexa!” uma, “se mexa!” duas
Meu amor não tem um coração de gelo
Eu sempre viajo em uma depois da Noventa e Nove

Rezei pra ela não partir, pedi isso ajoelhando
Você só me engana, você só engana a mim
Disse “se mexa!” uma, “se mexa!” duas
Meu amor não pode ser de gelo
Eu sempre viajo em uma depois da Noventa e Nove

[   Fiz minhas malas, corri pra estação
[   Me disse o bilheteiro, “essa não é a direção”
[   Desfiz minhas malas, corri pra o lar
[   Foi lá que eu descobri, ela pegou o meu irmão!

13.B-03 357R4D4 P3RD1D4 (transcriação de r.l.almeida @846r3, letras & música de John Lennon & Paul McCartney, direitos protegidos por Sony ATV Muzyc Inc)

A estrada nunca tem fim
Só dá voltas até sua casa
Ela nunca que vai sumir
Já a conheço de outras jornadas
Ela me traz sempre até aqui
A porta da sua casa

A noite uiva e briga
Vem a chuva e a leva embora
Encheu de lágrimas a piscina
Saudades daquele dia
Não me deixe aqui, menina
Mostre-me uma maneira

r.
[   Quantas vezes fiquei sozinho e quantas eu chorei
[   Mesmo assim não quer saber o quanto eu te tentei

E ainda sempre me perco
Pra voltar  à estrada sem fim
Você me deixou largado aqui
Há muito muito tempo atrás
E agora me traz sempre até aqui
A porta da sua casa

Ainda sempre me perco pra voltar
À estrada sem fim
Você me deixou no esquecimento
Há muito muito tempo atrás
E agora não me deixa mais
visitá-la nem ir à sua casa

13.B-04 P4R4 O T3U LUNDÚ (transcriação de r.l.almeida @846r3, letras & música de George Harrison, direitos protegidos por Harrisong Infinite)

Porque és gentil e meiga
Te amo
Porque és gentil e meiga, gata, é sim,
Te amo mais que nunca, garota, te amo

Te quero de manhã, gata
Te amo
Te quero em cada instante que estou só
Vivo cada instante, garota, pra ti

Desde o instante em que te vi
Te amei
Só o que você fez foi olhar para mim
Te amo agora, será que você também?

13.B-05 T3 L3V3 (transcriação de r.l.almeida @846r3, letras & música de John Lennon & Paul McCartney, direitos protegidos por Sony ATV Muzyc Inc)

Jojo era um cara        que achava que era
mas no fundo            não era não
Jojo saiu de casa       foi pra Califórnia
Foi pra                 plantar camarão

De leve           Te leve
De leve pra não insultar aos irmãos

Doce Lorena Martinica        nas cuíca
Lorennão era                 mulher
Juram que a viram            usando cinta-liga
Vai levar                    até quando der

Disco V {(1965)}: Help \\|// Acuda #thebeatlesemportugues

 

 

Disco 05: Help \\|// Acuda  (06 e Agosto de 1965)

 

 

05.A-01 4CUD4 (transcriação de r.l.almeida @846r3, letras & música de John Lennon & Paul McCartney, direitos protegidos por Sony ATV Muzyc Inc)

Socorro! Preciso de ajuda
Socorro! Não é qualquer ajuda
Socorro! É pra ajudar alguém Acuda!!

Quando era jovem, bem mais jovem do que sou
Nunca precisei de ajuda de nenhum tipo
Esses dias se acabaram, já não me resta socorro
finalmente abri minha mente, resolvi abrir as portas

Ajuda-me alguém, me sinto mal
Preciso de alguém me dar a mão
Ajuda-me alguém a achar o chão
Ninguém vai me socorrer?

Depois disso parece que mudei do vinho para a água
Minha independência é vaca em brejo da incontinência
E de vez em quando ou talvez sempre me sinto tão inseguro
Agora sei o que é precisar de alguém como nunca precisei antes

Socorro, acuda-me!

05.A-02 N4 NO173 D3 ON73M (transcriação de r.l. almeida @846r3, letras & música de John Lennon & Paul McCartney, direitos protegidos por Sony ATV Muzyc Inc)

Nos dissemos adeus, foi na noite de ontem
Amor nos olhos teus, foi a noite de ontem
Agora é que percebo: você correu de medo!
Vamos ficar de novo que nem na noite de ontem

Para que vamos mentir? Isso foi na noite de ontem
Acredito em tudo, isso foi a noite de ontem
Você olha os meus gestos, te sinto tão sincera
Vamos ficar de novo que nem na noite de ontem

Da noite de ontem vou me lembrar sempre
Quando vejo o que vivemos me faz querer explodir

05.A-03 V0C3 73M QU3 35C0ND3R 0 4M0R N45 MÃ0S (transcriação de r.l.almeida @846r3, letras & música de John Lennon & Paul McCartney, direitos protegidos por Sony ATV Muzyc Inc)

Cheguei aqui, coração nas mãos
O muro da lamentação
Se ela partir, acabou pra mim
Me pegou a solidão
Acabou o meu quinhão de paz
Para agora e todo o sempre
Duvidam do que sou capaz
Para mim, só me comentam:

Ei!, você tem que esconder o amor nas mãos
Ei!, é pra guardar o amor com as mãos

Será que devo me permitir
Eu também sei ganhar
Com toda essa pressão em mim,
Só vou conseguir falhar
A coragem dela em me dizer
O mistério é que o amor tem seus meios
Se juntem, gente, deixem-me ouvir
Conte-me os seus receios
05.A-04 PR3C150 (transcriação de r.l.almeida @846r3, letras e música de Georgie Harrison, direitos protegidos por Harrisongs Infinite)

você ainda vai entender o quanto de ti preciso
te amo o tempo todo e mão desisto
volte agora para mim
estou muito infeliz
preciso

você tentou dizer de vários jeitos
mesmo com todos sinais eu não me ligo
não pude acreditar no que
dizia o teu olhar
você disse

r1.
você me disse que estava devolvendo o meu amor
isso machuca, o amor não é assim algo que causa dor

r2.
quando disse, que estava devolvendo o meu amor
isso sufoca, o amor não é algo que está aí e causa dor

nunca se esqueça do meu amora vida sem você não tem nenhum valor
pode voltar para mim
se entendeu que te amo, sim
preciso
05.A-05 UM 0U7R0 4M0R (transcriação de r.l. almeida @846r3, letras & música de John Lennon & Paul McCartney, direitos protegidos por Sony ATV Muzyc Inc)

Porque já achei um outro amor, um outro amor
Não me canso de dizer: minha vida é você
A partir de hoje, não vá esquecer que tenho um novo querer
Não sou nenhum otário e sei muito bem o que levo pra casa

Porque já achei um outro amor, um outro amor
A mais descolada de todas mulheres que já conheci
Ninguém neste mundo vai fazer o que ela sabe fazer
Por isso eu aviso, “Este é meu limite, e é melhor parar por aí!”

r.
Porque já achei um outro amor, um outro amor
Que vai me amar até o fim
Vamos provar do doce e do amargo
Vai estar sempre do meu lado

Não dá pra negar, com você nunca fui infeliz
A partir de hoje, não vá esquecer que tenho um novo querer
Não sou nenhum otário e sei muito bem o que levo pra casa

05.A-06 3574 MULH3R V0CÊ JÁ P3RDEU (transcriação de r.l.almeida @846r3, letras & música de John Lennon & Paul McCartney, direitos protegidos por Sony ATV Muzyc Inc)

Você vai perder esta mulher
Esta mulher você já perdeu

Se não sair com ela hoje à noite
Ela vai mudar de idéia
Vou sair com ela hoje à noite
Eu sei lhe fazer bem

Se não lhe fizer bem, rapaz,
Vai perder esta mulher
Eu sei lhe fazer bem, e então
Ela vai querer ser só eu

Vou fazer tudo
Vou arrancá-la de você, te botar para correr
Do jeito que a trata
Ela não fez isso por merecer

05.A-07 81LH373 D0 4M0R (transcriação de r.l.almeida @846r3, letras & música de John Lennon & Paul McCartney, direitos protegidos por Sony ATV Muzyc Inc)

É hora de dizer adeus
É hoje o dia
A menininha se foi
Levou minha alegria

[ Ganhou o bilhete para andar
[ Ganhou o bilhete de amar
[ Ganhou o bilhete para andar
[ E ela não quer

Ela disse que morar comigo
Era igual na prisão
Sempre que eu estava perto
Era muita tensão

r.
Ela tem que se lembrar de quem é
Qual é o jogo?
Olha um pouco só pra mim
Não deixe ela largar do teu pé
Qual é o jogo?
Olha um pouco só pra mim
05.B-01 M1NH4 N47UR4L1D4D3 (versão r. l. almeida @846re, letras & música de Joni Mitchell)

Disseram que iam me colocar nuns filmes
Que fariam de mim estrela da noite para o dia
Tinham lá uma história de um cara triste e sozinho
Eles só precisavam usar minha naturalidade

r.
Aí tú já viu, vou ser um dos fita
Vai que ganho Oscar, não tem como antever
Os filme vai me fazer fita
Eu sou a melhor escolha pro papel

Eu queira que me visse em alguns dos meus filmes
Daí eu ia ter certeza de você ter entendido
Que já conheceu um grande panaca que é muito famoso
E eu só precisei usar minha naturalidade

Estávamos no filme, o tal cara triste e sozinho
Joelhos no chão, pedia por salvação
Me deram um personagem, me dispensaram dos ensaios
E só o que me pediram foi a minha naturalidade

05.B-02 1570 É 4M0R (transcriação de r.l.almeida @846r3, letras & música de John Lennon & Paul McCartney, direitos protegidos por Sony ATV Muzyc Inc)

Eu paro quando te vejo andar
Ai, meu deus
Teu sorrir, dentro me faz voar
Camafeus
Por que tanta timidez se estamos juntos?

r.
Isto é amor, é isto o que é
Não vá culpar um sentimento
Isto é amor, é isto que é
Mas é ruim demais te amar assim
Porque é ruim demais te amar assim

será que é certo usarmos nossas noites
para brigar?
teu sorrir faz as noites brilhar
faz brilhar
será que algum dia vai me perdoar?

05. B-03 V0C3 60574 D3 M1M (transcriação de r.l.almeida @846r3, letras & música de George Harrison, direitos protegidos por Harrisongs Infinite)

Hoje cedo foi embora
Até a noite vai voltar
Vai dizer, “Acabaram as chances!”
Já se vai para nunca mais
[ Mas você não sabe o que é partir
[ Eu te amo e você gosta de mim

Você já tentou ir embora
E nunca chegou até o fim
Sair de casa, me passar para trás
Eu tive o que mereci
[ Mas você não sabe o que é partir
[ Eu te amo e você gosta de mim

r.
Eu te amo e ia ser bom se você se importasse
Não me deixe

Vou te seguir e te puxar
De volta ao que você é
Já sei onde errei e sem você
Não consigo mais viver
[ Nunca vou te deixar partir
[ Eu te amo e você gosta de mim
05.B-04 D164-M3 0 QU3 VÊ? (transcriação de r.l.almeida @846r3, letras & música de John Lennon & Paul McCartney, direitos protegidos por Sony ATV Muzyc Inc)

Quando me der teu coração, eu vou te provar
Nada vai nos separar, sou parte de você
[ Pode abrir os olhos, diga-me o que vê
[ Não é nenhuma surpresa, sou eu o que vê

Densas nuvens vêm aí, o tempo nos atravessa
Em mim pode confiar, eu te alegro o dia
[ Pode olhar nos olhos, diga-me o que vê
[ Por que não percebeu, sou eu o que vê

r.
Diga-me o que vê

Dê-me só mais uma outra chance, tente me entender
Que entenda o que eu digo, eu quero você
[ Pode abrir os olhos, diga-me o que vê
[ Não é nenhuma surpresa, sou eu o que vê
05.B-05 4CH0 QU3 V1 UM4 4L6UÉM M3 0LH4R (transcriação de r.l.almeida @846r3, letras & música de John Lennon & Paul McCartney, direitos protegidos por Sony ATV Muzyc Inc)

Acho que vi uma alguém me olhar
Sei bem o dia e o lugar
Em que nós conversamos
Ela é a mulher para mim
E o mundo tem que saber
Que nos conhecemos

Fosse de alguma outra maneira
E talvez eu nem
Tivesse te notado
Mas do jeito que aconteceu
Agora eu sei dizer
Com quem tenho sonhado

r.
Caio
Eu só caio
É assim que volto
Inteiro pra ela

Nunca conheci essas coisas
Vivia sozinho
E distante
E com a minhas outras amantes
Nunca passei por nada
Deste jeito antes
05.B-06 4N7164M3N73 (transcriação de r.l.almeida @846r3, letras & música de John Lennon & Paul McCartney, direitos protegidos por Sony ATV Muzyc Inc)

Antigamente
Meus problemas estavam no além-mar
Agora vieram todos pra ficar
Eu acredito no antigamente

De repente
Sobrou metade do que costumava ter
Tem um fantasma encarnado em mim
O antigamente chegou de repente

r.
Por que ela se foi
Eu sei lá, não quis dizer
Eu fiz algo ruim
Eu só espero o antigamente

Antigamente
O amor era um jogo fácil de ganhar
Hoje eu tenho onde me afugentar
Eu acredito no antigamente
05.B-07 M3 D31X4 70N70, D0N4 L0N7R4 (versão r.l.almeida @846r3, letras & música de Larry Willians)

Me deixa lerdo, dona Lizza
O jeito do teu róquenrou
Me deixa lerdo, dona Lizza
O jeito que dança um Strauss
Vem comigo, dona Lizza
Curtir o amor antes do fim da paixão

r1.
Vem comigo, me deixe com febre
Descansando a mãozinha na minha
Me deixa lerdo, leide Lizza
Você é um grande mulherão
Fica aí curtindo e dançando
Você tinha que ser só minha

Me deixa lerdo, dona Lizza
É o jeito que diz meu nome
Ah, neném!
Você me faz loucão
Vem cá, vem cá, vem ,minha menina
Tenho que ser sua paixão

r2.
Conte logo pra tua família
Que nós vamos casar
Conte para sua mãe e para o seu irmão
O plano não vai falhar
Me deixa lerdo, dona Lizza
Garota, nós vamos casar